Archive for the 'Vida Universitária' Category

Opinião de aluno

prova de matematica

Acabei de terminar uma prova de Física na véspera do meu aniversário. Belo presente.

Foram duas semanas sem dormir direito, vindo em casa só pra tomar banho e dormir, atrasando de forma preocupante os outros compromissos e o pior, tendo que matar aula de matérias específicas da computação para estudar uma disciplina que não vejo importância dentro do meu curso.

Segundo meu professor de Pesquisa Operacional, os avanços em computação são limitados pelo conhecimento em disciplinas básicas como Física e Matemática. Respeito a opinião dele, pois ele é um homem muito experiente; tanto que na aula de hoje estava fazendo relatos sobre como era dormir embaixo do quentinho e gigantesco IBM de 16K de memória (uma fera!) que existia na universidade. Segundo o professor, a tecnologia evolui rapidamente mas não pode ser aproveitada pois esbarra no limite de conhecimento dos profissionais da área no que diz respeito à Física e Matemática, e este é o motivo pelo qual estudamos essas matérias na universidade.

Faz sentido. E muito. Mas o que sinto, como aluno, é que estou perdendo um precioso tempo que eu poderia estar me aperfeiçoando em conhecimentos da minha área para estudar áreas que são do interesse direto de outros profissionais, tal como Físicos e Matemáticos.

O que quero dizer é que, se num momento da evolução, o avanço tecnológico esbarrar numa barreira matemática, existem pessoas que se formaram em matemática pra resolver tais problemas, da mesma forma com física. É como disse, respeito a opinião do professor, mas não concordo.

Em outra oportunidade, outro professor disse que nós somos obrigados a fazer tais disciplinas polêmicas, para que isto aumente nossa auto-estima. “Se eu passei em cálculo e física eu consigo passar por tudo na minha vida”, é a filosofia dele. Pelo menos este professor vai direto ao ponto e não fica tentando encontrar motivos acadêmicos.

O problema de forçar os alunos da computação a cursarem tantas disciplinas de Matemática e Física em um curso de 4 anos, é que o precioso tempo dedicado a estas matérias, poderia ser usado para firmar, concretizar, incrementar os conhecimentos em computação, para que não ocorra o absurdo de a tecnologia deixar de ser limitada por conhecimentos matemáticos e físicos e passe a ser limitada por conhecimentos na área de computação. Como eu já disse, se uma pesquisa em alguma área da computação for limitada por algum conhecimento matemático ou fisíco, existem físicos e matemáticos formados para resolver estes problemas. Porém, se esta mesma pesquisa esbarrar num limite de conhecimento sobre computação, chama-se uma pessoa da computação pra resolver? E se esta pessoa perdeu muito tempo estudando Física e Matemática e não tem conhecimento suficiente em computação?

Não há como medir o tempo “perdido”. 10% da carga horária do curso é de disciplinas dos departamentos de Física e Matemática. Parece pouco, não é!? Não, não é. O tempo fora de aula que nós, alunos, temos que “investir” (entre aspas mesmo) nessas matérias é absurdamente alto.

Não creio que essas disciplinas sejam totalmente inúteis ao curso, apesar de ainda não ter encontrado a utilidade delas (prometo que se encontrar escrevo um post sobre isto). Mas, definitivamente, não deveriam ser tão aprofundadas de forma que tomem tanto tempo que deveria ser investido (sem aspas) em disciplinas específicas da computação. É muito pouco tempo de curso e muita informação, não há como perder tempo com tanto aprofundamento em matérias que são objetivo de outros cursos.

Uma coisa errada, não pode estar certa. E, se não está certo, tem que mudar de alguma forma. O triste é saber que isso é apenas uma utopia, um pensamento de aluno. E opinião de aluno, é opinião inválida.

xD